La Notícia

O que são cuidados paliativos como o de Pelé: “não tem mais cura, vai morrer?”

Neste sábado, 3, a Folha de São Paulo informou que o estado clínico do icônico jogador de futebol Pelé, considerado o melhor do mundo, não responde mais ao tratamento de quimioterapia, e que portanto, agora estará em estado de cuidados paliativos.

Foi então que surgiu a dúvida para muitos internautas sobre o que são “cuidados paliativos”, que tanto se fala. Algumas das principais perguntas feitas nos mecanismos de pesquisa foram “se é um estado que não tem mais cura” ou “se a pessoa vai morrer”.

“Isso quer dizer que a quimioterapia foi suspensa e que ele segue recebendo medidas de conforto, para aliviar a dor e a falta de ar, por exemplo, sem ser submetido a terapias invasivas”, explicou o jornal.

Tratamento não funciona mais com Pelé

Basicamente, os médicos constataram que as sessões de quimioterapia não estão mais funcionando com Pelé e que, portanto, o melhor a fazer seria interromper o tratamento para que ele não sofra mais sem necessidade.

Cada situação depende da doença e dos sintomas, mas geralmente garantem que o paciente sofram menos dor e tenha mais conforto, mas sem esperança de se curar.

Qual câncer Pelé tem

Pelé foi diagnosticado com câncer de colón em setembro do ano passado e vinha fazendo tratamento desde então, com um bom quadro clínico e evolução.

Ele foi internado com outros problemas de saúde no último dia 29 de novembro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments