La Notícia

Bonner e Renata Vasconcellos culpam Bolsonaro ao vivo na Globo

Os apresentadores do Jornal Nacional, William Bonner e Renata Vasconcellos culparam o presidente Jair Bolsonaro pela marca de 100 mil mortos na pandemia.

Ao vivo na Globo, eles criticaram as ações do presidente de menosprezar a pandemia e ainda de demitir ministros da saúde médicos porque queriam seguir recomendações da ciência.

Leia também: Patrícia Poeta revela se saiu do Jornal Nacional, na Globo, por causa de William Bonner; veja aqui

“O Brasil está há 12 semanas sem um ministro da saúde titular. São 85 dias desde o dia 15 de maio. Dois médicos de formação deixaram o cargo de ministro da saúde porque pretendiam seguir as orientações da ciência. E o presidente Bolsonaro não concordou com a postura deles”.

William Bonner seguiu dizendo: “Primeiro o presidente menosprezou a Covid. Chamou de gripezinha. Depois, quando um repórter pediu que ele falasse sobre o número alto de mortes, Bolsonaro disse que não era coveiro. Disse duas vezes “não sou coveiro”.

Quando os óbitos chegaram a 5 mil, a resposta dele a um repórter foi um “e daí?”. Agora o presidente repete que a pandemia é uma chuva e que todos vão se molhar.

Ou que a morte é o destino de todos nós e que temos de enfrentar a doença, como se fosse uma questão de coragem. Como se nada pudesse ter sido feito”.

Em seguida, Renata Vasconcellos continuou: “Quando os cientistas defendiam mundo a fora o isolamento social como única medida capaz de conter o avanço dessa tragédia, os brasileiros viam o presidente criticar essa iniciativa diariamente, na contramão do bom senso daqueles que a defendiam”.

Leia também: Cleo Pires começa a usar aplicativos de paquera para achar um homem; veja aqui

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas

Comentários