La Notícia

Bolsonaro faz comentário sobre Gusttavo Lima e Globo vai lucrar em cima dele

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) surpreendeu os seguidores nesta quinta-feira, 16, ao publicar comentários sobre o cantor Gusttavo Lima.

O político criticou o processo aberto pelo Conar para investigar a live do sertanejo.

Leia também: Em crise, Globo paga menos a funcionários de surpresa e deixa atores desesperados; veja

Pelas regras da publicidade brasileira, todos os anúncios de álcool precisam seguir algumas regras. Dentre elas, não se pode beber no comercial, muito menos aparecer embriagado e o mais importante: não se pode anunciar para menores de 18 anos.

Todas as regras acima foram descumpridas. Como recebeu reclamações, o Conar abriu um processo que pode culminar na retirada da live do ar.

“Minha solidariedade ao cantor Gusttavo Lima, que vem sendo injusta e covardemente atacado após a grande live que fez dentro de sua própria casa. Ele e outros artistas sertanejos e de demais gêneros têm sido grandes heróis nessa luta contra a covid-19 e merecem aplausos”.

Leia também: Luan Santana confirmou que pegou Marquezine e Anitta e disse: usamos camisinha; veja aqui

Bolsonaro e Gusttavo Lima x Globo

De certa forma, tanto Bolsonaro quanto Gusttavo Lima já tiveram um desentendimento com a Globo.

O presidente porque vê notícias desfavoráveis de seu governo sendo exibidas no canal e o sertanejo porque rompeu com a gravadora do grupo, a Som Livre.

Há mais de um ano ele não é convidado para aparecer por lá, mesmo tendo sucessos atrás de sucessos emplacados.

Leia também: Grazi Massafera confirmou ‘macumba’ na Globo e revela: “fazia por dinheiro”; veja aqui

Agora, porém, o jogo virou. A Globo quer transmitir lives e por exigência dos anunciantes, terá Lima como protagonista. Uma atração do tipo deve render à emissora pelo menos R$ 5 milhões. O cachê do artista é pago pelo anunciante.

Processos do Conar são frequentes

Apesar de polêmicas, as medidas do Conar são mais frequêntes do que se imagina. Bruna Marquezine, por exemplo, já teve publicidades tiradas do ar porque anunciava bebidas. Aos 22 anos, ela feriu a regra que estabelecem que só pessoas maiores de 25 anos (e que aparentem ter mais de 25 anos) podem anunciar álcool.

Leia também: Podendo ser preso, ator da Globo Fábio Assunção receberá R$ 30 mil por causa de Dilma; veja aqui

Já Anitta, teve fotos do Instagram processadas por apenas simular beber Skol Beats, algo também proibido.

Veja: Gusttavo Lima posta vídeo em momento íntimo com filho de Bolsonaro; veja aqui

Me siga no Instagram para saber tudo que acontece antes de todo mundo. Veja aqui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários