La Notícia

Tatá Werneck tem vitória em processo da Rede TV: medo da Globo descobrir

Apresentadora debochou da Rede TV! em várias oportunidades.

tata werneck zomba da rede tv

Tatá Werneck no Multishow

Tatá Werneck teve uma vitória na disputa judicial contra a RedeTV!. A humorista está sendo processada por conta de uma piada feita com a emissora durante o Prêmio Multishow 2020.

Processada no tribunal de São Paulo, a defesa de Tatá pediu para que a ação fosse movida para o Rio de Janeiro, cidade onde mora a atriz. A solicitação foi acatada e agora a assessoria jurídica de Marcelo de Carvalho e Amilcare Dallevo terá que se mexer no tribunal carioca.

A desavença entre Tatá e a RedeTV! começou em novembro do ano passado, quando a humorista apresentou a premiação do canal Multishow. Na ocasião, a atriz brincou que o seu vestido custava “uma grade” da emissora.

“Gente, não repare, eu vim de moto direto, entendeu? Eu vim assim. Peguei no varal, tá molhada ainda. Isso aqui é o orçamento de uma grade da RedeTV!. Pelo amor de Deus gente, não quero que vocês reparem”, disse a humorista no palco da premiação.

tata werneck na globo
Tatá Werneck em seu programa no Grupo Globo

Por conta da piada, a emissora quer uma indenização no valor de R$ 50 mil. Na ação, os advogados alegam que Tatá ironizou a qualidade de sua roupa e associou “de forma totalmente descabida ao orçamento e à qualidade técnica” do canal.

Em relação à alteração do local para o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o advogado de Werneck, Ricardo Brajterman, classificou como benéfica para a sua cliente. “Consideramos a decisão acertada e favorável. O processo deve correr diante do juiz competente para julgar o caso, sob o risco de ocorrer o mesmo que testemunhamos no caso dos processos do ex-presidente Lula, onde a incompetência do foro de Curitiba só foi declarada cinco anos depois do ajuizamento da ação”, declarou.

Tatá Werneck chegou a debochar da situação dizendo que “tenho medo da Globo e do Multishow descobrirem que faço piadas piores com o orçamento deles”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas

Comentários