La Notícia

Sem Faustão e Huck, Globo precisará atacar em 2021

Com o anúncio da saída de Fausto Silva no fim de 2021 e a possível carreira política de Luciano Huck, Globo deve perder este ano dois dos seus maiores nomes. Por isso, a emissora carioca está sendo obrigada a se reinventar e procurar outros profissionais na concorrência.

A situação se assemelha à de 1999, em que o canal investiu pesado em contratar profissionais de outras emissoras. A Globo trouxe do SBT Serginho Groisman e Jô Soares, Ana Maria Braga da Record e o próprio Luciano Huck, que fazia sucesso na Band.

Na época, a Folha de São Paulo afirmou que as jogadas do canal refletiam a sua incapacidade de lançar novos nomes, o que se comprova até hoje, já que dentro da emissora não há um profissional capaz de comandar um programa de auditório tão longo como o Domingão do Faustão.

A escolha mais óbvia para substituí-lo seria Luciano Huck, no entanto, o apresentador se demonstra cada vez mais propício a se candidatar à presidência nas eleições de 2022.

Nomes como o de Marcos Mion, que vem se mostrando cada vez mais capaz no comando de grandes programas, Celso Portiolli e Eliana, que possuem vasta experiência, e até mesmo Rodrigo Faro, são cotados como possíveis contratações da emissora carioca para os seus programas de fim de semana.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.