La Notícia

Rodrigo Bocardi diz que era pobre e o que fazia pra comer antes da Globo

Rodrigo Bocardi é um rosto conhecido do jornalismo brasileiro nas telinhas. Mas o que pouca gente sabe é que antes de fazer parte do time da Globo, ele já foi office boy e morou na Angola.

Antes de começar no jornalismo, Bocardi trabalhou como office boy para ajudar a sua mãe na entrega de potes de plástico. “As pessoas não acreditam. Ninguém estava lá pra ver. Do largo São Francisco até Cidade Dutra, toda noite eu correndo para ir ao colégio depois de passar o dia rodando de ônibus”, contou o jornalista em uma conversa com Ana Maria Braga no Mais Você.

Ele se formou em jornalismo em 1997, começando a sua carreira na TV Bandeirantes. Entrou na Globo em 1999 para trabalhar como editor de texto. Em 2003, deixou a emissora para encarar um novo desafio: ser repórter em Angola, na África.

“Pessoas não entenderam a decisão de eu ir para um país destruído pela guerra. Mas estava fascinado por essa experiência em uma cultura completamente diferente. Foi muito bacana”, revelou Bocardi.

A sua experiência na África durou apenas um ano, retornando para o Brasil em 2004. Desde então, Bocardi já assumiu diferentes papéis dentro da Globo: correspondente de Nova York, apresentador do Bom dia São Paulo, repórter, entre outras.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas