La Notícia

Maju Coutinho e Globo são processados em R$ 800 mil por “destruir vida”

A apresentadora da Globo Maju Coutinho e a própria emissora estão sendo processados por um homem que afirma ter sua vida “destruída” após ser acusado de racismo contra a jornalista.

Em 2015 Kaike Batista apareceu em uma matéria no Jornal Nacional sendo acusado de ataques racistas conta Maju.

Leia também: Apresentadora do Fantástico denota Robinho ao vivo na Globo depois do “demônio”; veja o que ela falou aqui

Leia também: Fátima Bernardes esconde “dinheiro na bunda” e Globo toma atitude; veja aqui

Ele foi inocentado pela Justiça por falta de provas e agora quer uma reparação financeira da Globo pelos traumas que alega ter sofrido:

“A minha vida mudou. Eu tinha emprego há quatro anos, tinha uma casa e tinha a minha dignidade. Perdi tudo mesmo falando que era inocente e não tendo uma prova concreta contra mim.

A única coisa que me envolvia na postagem de racismo foram os comentários de duas pessoas que diziam: ‘O Kaíque que nos mandou vir aqui’. Eu não publiquei nada! Fui julgado, hostilizado e acusado em todas as mídias. Agora que eu fui inocentando, ninguém me procurou”.

Leia também: Gusttavo Lima será processado pela mulher por causa de pensão e dinheiro; veja quanto aqui

Seu advogado defende que “a destruição de um jovem, por uma falsa informação de crime que perdurou por todo o processo, graças à publicidade da Rede Globo, que fez o papel kafkiano e a sua funcionária, que para manter os argumentos da poderosa sustentou uma mentira”.

Procurada, a TV Globo disse que não comenta processos em julgamento.

Leia também: Globo demite grande nome após escândalo de assédio e humilhações; veja quem é aqui

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas

Comentários