La Notícia

Luciano Huck humilhou e proibiu pobres em seu bar: aqui não entram

Uma fala antiga de Luciano Huck, apresentador da Globo, veio à tona agora que o apresentador está cogitando concorrer à presidência nas eleições de 2022.

Ao ser perguntado, em 1994, qual era o público da sua casa noturna, o bar Cabral, no  bairro Jardins, em São Paulo, Huck relacionou alguns figurões da época e disparou, segundo a Revista Fórum: “uma coisa eu digo, baiano aqui não entra”.

Leia também: Ana Maria Braga comete erro ao vivo com Maju Coutinho na Globo; veja aqui

Leia também: Demitido da Globo já denunciou humilhações de Luciano Huck: “levar mijada calado”; veja aqui

A história foi contada pelo jornalista Mylton Severiana da Silva (Myltainho), na coluna Enfermaria, da revista Caros Amigos, em um texto intitulado “A vingança do baiano”.

Na época, o apresentador havia sido contratado pela agência DPZ para escrever o livro “São Paulo de bar em bar”, o que o fez visitar centenas de bares da capital paulista.

Baiano, em São Paulo, é uma gíria usada para descrever pobres, nordestinos e outros estereótipos.

Resumidamente, Luciano Huck, hoje estrela da Globo, quis dizer que em seu bar pobres não entrariam.

O apresentador nasceu em berço de outro e sempre foi rico. Hoje, ganha cerca de R$ 68 milhões por ano.

Cerca de R$ 12 milhões só de salários da Globo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas

Comentários