La Notícia

Globo é condenada a indenizar vítima de pegadinha de Huck; ele morreu

A TV Globo foi condenada a indenizar um participante involuntário de uma pegadinha do programa de Luciano Huck.

Urgente: Fátima Bernardes detona Bolsonaro ao vivo na Globo e o associa a crime nesta quarta; veja aqui

Em 2013 Ricardo José Rímola andava pela rua quando foi abordado por um ator que dizia que uma caneta tinha estourado no bolso de sua camisa. Como ele alegava ter uma entrevista de emprego, pediu que Ricardo trocasse com ele.

O homem se recusou e foi embora. Caso tivesse aceitado, Luciano Huck apareceria e teria lhe dado um valor 1000 vezes maior do que as moedas que estivesse no bolso.

Mesmo assim, após se afastar, dois produtores do programa o pararam e explicaram a situação. Pediram que ele concedesse uma autorização de uso de imagem e Ricardo negou.

Leia também: Luciano Huck ataca Bolsonaro e é criticado por internautas pró e contra pelo que falou; veja o que ele disse

A Globo decidiu exibir a participação dele mesmo assim, o que teria lhe causado um grande transtorno, já que passou a ser zoado na faculdade que dava aula.

Em resposta Ricardo decidiu processar a Globo e Luciano Huck. Apesar dele ter morrido em 2015, a decisão saiu agora e o juiz garantiu uma quantia de R$ 30 mil atualizada por correção monetária.

Leia também: Globo constrange Faustão ao vivo e web detona o canal pelo motivo; veja aqui

“A Rede Globo fez uso da imagem do autor sem seu devido consentimento. Tal fato, por si só, já se caracteriza como reprovável, pois nem todas as pessoas desejam participar de quadros televisivos em cadeia nacional”, escreveu o juiz.

Em sua defesa, a Globo disse que o uso da imagem de Ricardo não tinha fins comerciais, o que o juiz considerou improcedente:

Leia também: Dançarina do Faustão posta foto com vibrador muito grande aparecendo; veja foto

“A alegação de que a exibição não tinha fins comerciais não merece prosperar. Qualquer programa a ser exibido por uma emissora de televisão tem por fim alcançar o maior índice de audiência possível, pois quanto maior a audiência”.

Me siga no Instagram, veja aqui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas

Comentários