La Notícia

Globo demite Renato Aragão depois de 44 anos e salário dele era absurdo

A TV Globo segue com sua política de eliminar os artistas que estão contratados sem fazer nada. Nesta terça-feira, 30, foi a vez de Renato Aragão.

O ator e humorista foi demitido depois de mais de 44 anos de trabalho na emissora.

À partir de agora ele trabalhará por obra certa e poderá ser contratado para projetos especiais.

Dificilmente isso deverá acontecer já que seu último papel foi no remake de Os Trapalhões.

“Para mim, ampliou meus projetos. Você não sabe como eu estou gostando. É uma nova etapa. Não paro nunca, sempre trabalhando. Eu me considero meio máquina, meio humano”, disse ele em entrevista ao colunista de Uol Maurício Stycer.

Renato Aragão considerou sua passagem pela Globo como positiva:

“Criei o Criança Esperança, que também foi uma maravilha. Depois a Turma do Didi (1998-2010). Fiz muita coisa, tive muita alegria na TV Globo, não tenho nada de ruim para falar. Estou muito feliz com ela. Nós chegamos a um acordo. Continuo trabalhando na Globo por projetos pontuais e faço projetos em outras plataformas. É a oportunidade de fazer também em outro lugar”.

Para não trabalhar, especula-se que Renato recebia um grande salário. Estima-se que mensalmente ele recebia R$ 1 milhão quando estava no ar e cerca de R$ 600 mil quando não estava.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas