La Notícia

Fátima Bernardes usa Globo ao vivo para detonar Eduardo Bolsonaro

A apresentadora Fátima Bernardes usou o programa desta segunda-feira, 4, para rebater o ataque de Eduardo Bolsonaro a jornalista Miriam Leitão.

Depois da jornalista ter escrito uma coluna crítica ao presidente Jair Bolsonaro, Eduardo postou no Twitter um deboche da tortura que Miriam recebeu durante a ditadura militar do brasil. Na época, quando ela estava grávida, foi espancada por militares e depois a colocaram nua em um quarto com uma cobra.

“Ainda com pena da cobra”, escreveu ele, chocando o público cristão, que considerou que Jesus jamais apoiaria espancar mulheres grávidas.

Fátima Bernardes explicou: O nome da nossa colega aparece aqui por conta de uma postagem lamentável do deputado Eduardo Bolsonaro, do PL, que debochou da tortura que ela sofreu durante a Ditadura [Militar], quando estava grávida”.

Em seguida a apresentadora da Globo continuou com o repúdio: A declaração do deputado causou declarações de repúdio no congresso. Miriam, eu queria que você recebesse o nosso apoio, nossa solidariedade, o nosso reconhecimento pelo trabalho que você faz para a garantia da democracia no nosso país. importantíssimo”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments