La Notícia

Fátima Bernardes defende uso de maconha ao vivo na Globo pode ser acusada

Fátima Bernardes voltou a ser um dos assuntos mais comentados da internet após voltar a falar sobre maconha no Encontro, da Globo. A apresentadora desenvolveu uma pauta sobre o uso medicinal da erva.

A jornalista mostrou como o uso medicinal da maconha ajuda no tratamento de doenças, como o autismo severo em crianças, e mostrou depoimentos de pessoas que tiveram boas experiências com a substância:

Leia também: Namorado de Fátima Bernardes detona Bolsonaro e algo acontece com ele; veja aqui

“Com a utilização do óleo derivado da maconha, esse produto para uso medicinal, as crianças estão brincando e se desenvolvendo”, afirmou.

Fátima entrevistou Bruna, mãe de crianças que não conseguiam se desenvolver e estabilizar as suas emoções por causa da doença.

“A cannabis, a maconha, proporcionou aos meus três filhos qualidade de vida e vida normal”, explicou a convidada, que ainda destacou a importância do óleo para os estudos e as interações das crianças.

Leia também: Após briga com Bolsonaro, Maju Coutinho diz que sente dores por causa da Globo; veja aqui o que ela falou

A jornalista revelou que Bruna conseguiu a autorização da Justiça para o plantio da erva em casa. A entrevistada tinha o direito de importar o óleo e foi sozinha ao Fórum, sem auxílio de advogado, para conseguir produzir a planta em casa.

Reação do público

Nas redes sociais, uma parte do público aplaudiu o posicionamento de Fátima e o seu embasamento para a criação do quadro. “Fátima Bernardes só faltou falar pra todo mundo parar de ter preconceito com a maconha. Amei”, escreveu um internauta.

Leia também: Globo afasta Ana Maria Braga e Fátima Bernardes explica o que aconteceu; veja o que ela falou

No entanto, algumas pessoas tiraram a pauta do contexto e criticaram a apresentadora por falar sobre a substância ao vivo.

“Fátima Bernardes seu espaço matinal, roubado das crianças, para defender seu fuminho recreativo ‘legalize’. Bandidos agora querem nos enfiar goela abaixo o plantio livre de maconha. Abriram a porta do inferno de vez”, disse um outro.

Leia também: Governo Bolsonaro vai atrás de atores da Globo e pode tirar milhões deles; veja aqui

Confira a repercussão:

Vale lembrar que Fátima Bernardes já foi acusada quando deu espaço para Ludmilla cantar a música “Verdinha” em seu programa.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas

Comentários