La Notícia

César Tralli toma atitude na Globo nunca antes vista na história

O país vem vivendo um momento triste e histórico com os recordes de mortes diários pela Covid-19. Após o estado de São Paulo registrar um novo recorde, o SP1, da Globo, decidiu começar a edição desta terça-feira (30) de forma inédita na emissora.

O telejornal, comandado por César Tralli, começou em preto e branco, como uma forma de demonstrar luto pelos óbitos causados pela pandemia. O âncora ainda fez um desabafo por conta do aumento dos casos da doença.

“Você confere o SP1, estamos chegando ao fim do mês de março com esse tremendo desafio de vencer a Covid-19, de desacelerar a contaminação pelo vírus, especialmente salvar vidas. As ruas estão mais tranquilas, tem menos gente circulando com essa pausa de emergência com feriados emendados, especialmente na capital, um atrás do outro pra tentar segurar as pessoas”, começou o jornalista.

“São os dilemas que a gente vive e estamos juntos aqui com você pra gente tratar disso e muito mais todos os dias. O Estado de São Paulo tem um novo recorde de mortes pela Covid em 24h, 1209, mais de 1200 vidas perdidas. Mães, pais, tios, avós, amigos que se foram. Não dá pra ver esse número e não se importar né? Chegamos à soma impressionante de 73.492 óbitos”, continuou Tralli.

“É como se a cidade de Cajamar, aqui na Grande São Paulo, fosse dizimada”, finalizou o apresentador.

Após o desabafo do jornalista, as cores tradicionais do telejornal voltaram. “Uma boa tarde pra você, o SP1 fala exatamente dessa situação muito preocupante que envolve toda a grande São Paulo. Infelizmente os números não param de subir”, afirmou César Tralli.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Polêmicas