La Notícia

Bonner diz ao vivo que Globo publicou informação falsa sobre Bolsonaro

O apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, teve uma difícil tarefa nesta terça-feira, 29, quando teve que dizer que a Globo publicou informações imprecisas.

Neste segunda, 28, o principal jornal impresso do conglomerado de mídia, O Globo havia publicado que o Ministério Público denunciou Flávio Bolsonaro (Republicanos).

Leia também: Após acusações de Bolsonaro, algo importante acontece com Maju Coutinho na Globo; veja o que aconteceu aqui

Leia também: Fátima Bernardes diz que quase implorou a Globo para deixar o lado de William Bonner; veja aqui o que ela contou

No telejornal de ontem, William Bonner corrigiu a informação com a nota do MP, que desmente a matéria:

“Até o momento, não há denúncia ajuizada contra o atual senador Flávio Bolsonaro nas investigações referentes a movimentações financeiras em seu gabinete no período em que era deputado estadual”.

Leia também: Demissão de Faustão vai gerar R$ 50 milhões para a Globo; veja tudo aqui

Problemas no sistema explicaria a confusão

Pelo que parece, porém, a informação não chega a ser uma mentira, como insistiram os robôs que alimentam as redes bolsonaristas em algumas oportunidades.

Segundo o jornal apurou, a denúncia só não foi feita porque os procuradores não conseguiram enviar os arquivos no sistema:

Leia também: Revelado o real motivo de porque a Globo está demitindo em massa; veja aqui

“O GLOBO apurou que, durante a transmissão da denúncia para o Tribunal de Justiça, pelo sistema de protocolo digital, o sistema eletrônico falhou, provavelmente pelo volume dos autos apresentados. Na noite desta segunda-feira, o MP-RJ ainda fazia novas tentativas de enviar o material”.

Repercussão negativa

No Twitter, porém, a impressão que ficou é que a Globo publicou uma fake news contra o governo:

Leia também: Namorado de Fátima Bernardes, Túlio Gadêlha chama Bolsonaro de mentiroso e diz mais; veja o que ele falou aqui

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários