La Notícia

Patrícia Poete é detona por “sangue e sofrimento” ao vivo na Globo

A apresentadora da Globo Patrícia Poeta voltou a repercutir mal nas redes sociais na manhã desta terça-feira, 10, quando conversou com a mãe de uma brasileira que era soldado do exército americano e foi morta pelo namorado, também brasileiro, nos EUA.

O problema é que segundo apontado pelos internautas, faltou empatia para a apresentadora quando percebeu que Erbena Costa, mãe de Anna Laura Costa estava muito abalada ao vivo.

Vendo a mãe aos prantos, Patrícia começou a conversa logo com um “bom dia”. “A gente vai conversar agora com a dona Erbena, que é a mãe da Anna Laura, aparentemente bem abatida. Bom dia para a senhora. Muito obrigada por ter aceitado conversar com a gente. Imagino a angústia e a tristeza que a senhora está passando nesse momento”.

Em seguida, Poeta disse: “Eu vou falando com a senhora. Se a senhora conseguir falar, ótimo. Se a senhora precisar de um tempinho, a gente também interrompe aqui. Vou sentindo o seu psicológico”.

“Nossa, a Patricia Poeta tem o traquejo de um rinoceronte ao lidar com trauma”, disse uma usuária no Twitter.

Outro escreveu: “Qual é a necessidade da Patrícia Poeta colocar a mãe de uma mulher que foi assassinada pra chorar ao vivo na televisão?… Ela ainda colocou o áudio do assassino pra mãe escutar”.

https://twitter.com/li_pimentel/status/1612792440758456321

Hás alguns meses o Encontro virou um programa carregado de notícias policiais e sangue ao estilo Cidade Alerta, o que vem sendo criticado pelos telespectadores. O Ministério Público chegou a ameaçar alterar a classificação indicativa da atração da Globo, por causa do horário, que costumava passar desenhos animados antes do Encontro entrar na grade.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Famosos
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments