La Notícia

Países não-europeus que já participaram na Eurovisão

Um dos maiores e mais destacados eventos de música do mundo é a Eurovisão, mas apesar do nome (e pendor) europeu, esse evento também conta com a presença de países fora da Europa. Saiba quais os países não-europeus que já participaram no Eurovision Song Contest.

O maior evento de música da Europa e um dos maiores do globo é o Eurovision Song Contest, mais conhecido como Eurovisão. Esse evento se iniciou em 1956, e reúne um representante de cada país participante, sendo que todos os anos a melhor música é votada, atualmente num sistema com voto de jurados e voto do público.

Internacionalmente aclamado, o evento conta com dezenas de países participantes, nem todos eles integrados na Europa, e é o foco da atenção de quem gosta de música e das artes do espetáculo, tendo uma das apresentações televisivas mais remarcáveis dentro de seu gênero.

O forte interesse que motiva nos espectadores faz com que esse evento também seja alvo de apostas, havendo um mercado crescente de pessoas que votam em seus favoritos. Muitas vezes, ao longo dos dias dos ensaios e dos conteúdos extras transmitidos, as odds variam bastante, o que torna as apostas na Eurovisão tão emocionantes quanto qualquer esporte. Claro que, quem não quer apostar, continua podendo aproveitar algumas plataformas para, quem sabe, escolher um jogo de slot e aproveitar esse modo de diversão enquanto aguarda pela transmissão do evento musical.

Uma das curiosidades que todo o apaixonado pelo evento musical tem é o fato de haver – e historicamente ter havido – países não-europeus em competição. Saiba quais foram e são esses países.

1. Israel

Israel é um país asiático, mas pertence à União Europeia de Radiodifusão (EBU), que é o organizador e promotor do evento.

Assim, desde 1973 que Israel integra a Eurovisão foi Israel, sendo que chegou a ser vencedor em 4 das edições.

2. Marrocos

Um dos primeiros países não-europeus que participou nesse evento foi Marrocos, no ano 1980. Na época, esse país foi convidado a participar, sendo que sua participação integrava o 25º aniversário da Eurovisão.

Marrocos concorreu com a canção “Bitaqat Hob” na voz de Samira Bensaïd e ficou em penúltimo lugar, com apenas 7 pontos.

3. Austrália

Esse é o único país da Oceânia que entra na Eurovisão e um dos países onde o evento tem maior número de fãs. Participante desde 2005, a Austrália foi convidada a participar como convidada especial, para celebrar o fato de a SBS (uma emissora australiana) já transmitir o evento há vários anos, acalentando a paixão dos locais pelo evento.

“Tonight Again” de Guy Sebastian, a música que estreou o país no evento, ficou em quinto lugar e foi um sucesso. Em 2023 participam com a canção “Promise” dos Voyager.

4. Arménia

Localizada entre a Europa e a Ásia, a Arménia é vista por muitos como um país asiático da Eurovisão e integra o evento desde 2006.

Ao longo dos anos do evento, este país conquistou um lugar no top 10 por 7 vezes.

5. Extra: Intenções de participação

Além dos países não-europeus que já marcam presença no evento, outros revelaram interesse ou até se candidataram à Eurovisão.

O Egito é um exemplo, tendo apresentado a candidatura em 1989, sem chegar a participar. Em 2005, o Líbano iria participar, tendo a sua participação cancelada por conta de problemas políticos, ao recusar emitir a participação isrealita, o que não é permitido pelas regras da EBU.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Famosos

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Eduardo santiago

assista o video e veja como ganahr dinheiro assistindo videos

https://youtu.be/FpUwGoREqgI

Eduardo santiago
Eduardo