Polêmicas

Globo se prepara para humilhar Camila Queiroz na Justiça

A Globo está estudando processar Camila Queiroz por danos extrapatrimoniais por conta de sua saída de Verdades Secretas 2, antes do término das gravações. A ação seria um “contra-ataque” ao empresário Rick Garcia Medina, dono da agência que cuida da carreira da atriz. A emissora, no entanto, nega os rumores.

Desde a última semana, Medina e Camila estariam consultando advogados, deixando claro que pretendem acionar a Justiça por conta de sua demissão repentina.

De acordo com informações do portal Notícias da TV, a emissora carioca estaria furiosa com toda a situação, principalmente com as últimas ações tomadas pela artista e seu empresário. A maior possibilidade é de que o canal siga uma linha de defesa, alegando prejuízo financeiro e moral com a decisão de Camila de não finalizar o folhetim.

Advogados da Globo já estão coletando conversas e áudios, principalmente aquelas que ocorreram durante as reuniões para discutir o aditivo contratual da atriz para a extensão das gravações. Os representantes afirmam que teriam provas suficientes para manter a ação de defesa.

“É possível que a empresa processe um empregado por dano moral/extrapatrimonial. Embora tal prática seja menos comum, ela é amparada pelo ordenamento jurídico laboral, podendo um empregado ser responsabilizado pela ofensa que causou à empresa”, afirma o advogado especialista em Direito Trabalhista, Juliano Santana.

Fhilipe Pelájjio

Jornalista, publicitário, pós-graduado em marketing e mestrando, Fhilipe Pelájjio é um dos jornalistas mais lidos do país e escreveu em portais como BHAZ, Catraca Livre, Correio Braziliense, Portal Uai e criou os sites Moon BH, La Notícia e The Política. Também foi head de digital na Rádio Itatiaia.