La Notícia

Conheça os diferentes tipos de poker e veja qual mais se enquadra com seu estilo

Mineiro de Belo Horizonte, João Simão descobriu o poker amador em 2007, aos 19 anos. Hoje, 13 primaveras depois, ele se consolida cada vez mais como um dos maiores representantes do Brasil no esporte da mente e já acumula mais de US$ 3 milhões em premiações em torneios ao vivo – isso sem contar seus ganhos no poker online.

Simão é apenas um dos muitos casos de sucesso no jogo de cartas no Brasil e certamente uma inspiração para muitos que querem traçar uma carreia no poker. O esporte vem atraindo cada vez mais praticantes por sua praticidade e a possibilidade de grandes premiações – muitas vezes, sequer é preciso sair de casa para obtê-las.

É claro que para chegar ao nível de João Simão e outros tantos craques do poker brasileiro é preciso ter horas de dedicação, treinos e muito conhecimento. Mas o primeiro passo é definir uma vertente que melhor se enquadre ao seu estilo. Confira abaixo um comparativo entre os diferentes tipos de poker e decida qual o melhor para você!

Texas Hold’em

Essa é a modalidade dominante do poker e a porta de entrada para a grande maioria dos jogadores. No Texas Hold’em, cada um recebe duas cartas fechadas e precisa combiná-las com outras cinco cartas comunitárias distribuídas na mesa, de modo a formar a melhor mão possível de cinco cartas. A força das mãos é determinada pelo ranking abaixo.

Poker Hand Rankings -List of Poker Top 10 Hand Rankings

No que diz respeito às apostas, são diversas rodadas em que os jogadores podem colocar suas fichas na mesa: pré-flop (quando cada um conhece apenas as próprias cartas), flop (depois que as três primeiras cartas comunitárias são reveladas), turn (após a quarta carta comunitária ser revelada) e river (após a quinta e última carta ser revelada). É importante lembrar que no pré-flop há dois jogadores que são obrigados apostar, os chamados small blind e big blind. Eles são rotativos e variam a cada rodada no sentindo horário da mesa.

Cada jogador tem quatro opções: apostar (ou seja, colocar alguma quantia na mesa), cobrir qualquer aposta (o que inclui os blinds iniciais), aumentar a aposta ou desistir da mão. Para essa tomada de decisão, muitos fatores influenciam e isso é assunto para um texto mais aprofundado sobre o poker. Mas não é preciso ser expert para pressupor que o vencedor da partida é aquele que termina com todas as fichas.

Por ser a modalidade mais popular do esporte da mente no cenário mundial, o Texas Hold’em também é o que possui maior oferta de jogos em plataformas e sites voltados para o poker, como o partypoker e outros tantos que também atuam no Brasil. É importante conhecer também as variações em termos de estrutura de torneios dentro do próprio Texas Hold’em.

No-Limit x Pot Limit x Fixed Limit

No poker, o “limit” nada mais é do que a quantia máxima que um jogador pode apostar na mesa, e existem algumas vertentes distintas – o que deve ser determinante para a sua escolha. O tipo mais comum é o No-Limit poker, ou seja, quando não há nenhuma limitação imposta para as apostas. É nesse tipo de jogo que aparecem os chamados “all-in”, quando um competidor coloca todas as suas fichas na mesa.

No Pot Limit, como o nome sugere, essa limitação é determinada pelo tamanho do pote no momento em que o jogador vai fazer a aposta. Já no Fixed, a limitação é pré-determinada antes das partidas. Essas duas estruturas são indicadas para jogadores mais conservadores.

Re-buy x Freezeout

Nos torneios de poker, há o chamado buy-in, que é o valor de entrada que todo competidor paga para disputar a competição (a menos que tenha vindo de um torneio satélite, mas isso também é assunto para outra conversa…). Acontece que, quando um jogador é eliminado, muitos torneios permitem que ele entre novamente desde que pague outro buy-in: essas competições são as chamadas “Re-Buy”, e normalmente são definidos prazos máximos para que o jogador possa fazer a reentrada.

Já o Freezeout é o oposto: uma vez que o jogador perde suas fichas, não tem a possibilidade de ingressar novamente na disputa. Ou seja, é fim da linha mesmo. Isso acontece por exemplo no Main Event do World Series of Poker, principal competição annual do esporte.

High Roller

Por falar em buy-in, existem torneios com valor de entrada altíssimo – e, consequentemente, premiações enormes. São os chamados high roller. Se você estiver disposto a investir muito no valor de entrada e, em contrapartida, ter menos adversários até a mesa final, jogar um torneio high roller é uma ótima pedida.

Omaha Hold’em

O Texas Hold’em pode até ser a vertente mais popular do poker, mas não é a única. A segunda modalidade mais jogada em todo o mundo é o Omaha Hold’em, que embora compartilhe da mesma dinâmica de apostas e do ranking de mãos, traz uma diferença substancial.

Isso poque cada jogador recebe não duas, mas quatro cartas. Destas, ele precisa usar exatamente duas para combinar com outras três das mesa (no Texas Hold’em, o jogador pode usar apenas uma). Em outras palavras, isso traz mais possibilidades de mãos fortes, o que também é determinante na hora de apostar.

Short Deck

Até aqui, só citamos modalidades de poker que utilizam todas as 52 cartas do baralho. Porém, há outras em que as mais fracas são retiradas. Elas são conhecidas como vertentes “short deck”, ou “baralho capado” no bom e velho português.

Existem inúmeros tipos de Short Deck, como o Royal Hold’Em (com cartas indo do 10 até o ás, apenas), Six-Plus Hold’em (do 6 até o ás), Five-Card Draw (do 7 até o ás), entre muitas outras. O mais importante aqui é entender que a força de uma mão é completamente diferente do Texas Hold’em, o que faz das modalidades short deck um prato cheio para quem gosta de jogar com mãos altas.

É mais difícil encontrar torneios com essas vertentes, mas eles existem. Um bom exemplo é o Triton Poker Series, torneio que incorpora o Six-Plus Hold’em como uma de suas modalidades principais e distribui altos prêmios.

Agora que você conhece as principais diferenças entre os tipos de poker, escolha aquela que melhor se enquadre no seu estilo e comece a jogar – além de, quem sabe, faturar um bom dinheiro por aí. Mas tenha em mente: é preciso horas de dedicação para chegar a um alto nível. Depender apenas da sorte não te levará a lugar algum no poker.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Esportes